Busca
    >Trabalhos

>Matérias   

Livros   Home Page  •  Ausculta  •  Piadas  •  Enviar Trabalhos  •  Fale Conosco  •  Mapa  •  Quem Somos

 
Cicatrização

última atualização: 20/05/01 

  

 

Introdução

A cicatrização depende basicamente do local lesado e da extensão da lesão.

Toda vez que houver tal processo , estará presente o tecido de granulação

São 3 os tipos de cicatrização:

1-Por 1ªintenção (ideal)

    • cicatriz cirúrgica

Características: Perda celular mínima ,ausência de infecção e de corpo estranho, bordas bem aproximada à lesão ,cicatriz com pouca mobilidade.

1-2h - Preenchimeto do coágulo

24h – Produção do exsudato e ação de macrófagos (fagocitose do coágulo e de células mortas).

24-48h - Continuidade epidérmica anatômica reestabelecida (ausência de contato interno-externo).

3-5 dias - neoformação vascular, formação de colágeno e redução do edema

10 dias - boa resistência da ferida

15 dias - reabsorção dos vasos

30 dias - resistência tencional mais ou menos 50% do normal

3 meses - 180%

Uma cicatriz nunca volta a ter a mesma resistência tensional que o tecido original.


2-Por 2ªintenção (aquela mais frequente)

Ocorre quando há perda extensa de tecido

O crescimento do tecido de granulação acontece das margens para o centro

Em relação à cicatrização de 1ªintenção, a de segunda intenção tem:

    • perda maior de tecido

    • remoção de maior quantidade de detritos necróticos e exsudação

    • formação de maior quantidade de tecido de granulação

    • maior cicatriz

    • maior perda de anexos

    • evolução mais lenta (já que houve maior perda de tecido)


3-Cicatriz anormal :grande , tumeriforme

Causas

· Formação deficiente de cicatriz

· Deiscência do ferimento e hérnias incisionais

· Formação excessiva de cicatriz

-Quelóide (coberto por epitelio)

· Contração excessiva

-cicatriz de queimadura de 3ºgrau

-anéis de construção

Existe um outro tipo de cicatriz anormal que não é coberta por epitélio como o quelóide.


Fatores que influenciam a cicatrização

1-Locais

    • Tipo, dimensão e localização do ferimento

    • Vascularização

    • Infecção (retarda a cicatrização)

    • Mobilização

    • Luz ultravioleta (estimula a cicatrização em menor quantidade)

2-Sistêmicos

    • Idade

    • Nutrição -jejum( menor síntese de colágeno)

-vitamina C (maior síntese de colágeno)

-Zinco (estimula a cicatrização)

    • Distúrbios hematológicos

    • Diabetes e aterosclerose

    • Hormônios – corticóides e cortisona (sintético) :anti-inflamatório que dificulta a cicatrização.

O Quelóide é mais frequente em negros.

Diabetes (maior dificuldade de cicatrização)

Maior concentração de glicose no sangue dificulta a chegada dos fatores de coagulação ao local e exerçam suas funções.

Microangiopatia diabética:arteríolas comprometidas.

Escaras decúbito:demoram para cicatrizar. Fragilidade gerada pela compreensão que leva:

    • menor aporte sanguíneo arterial

    • menor retorno venoso


Efeitos da cicatrização

1-Benéficos

   • Continuidade anatômica

2-Maléficos

    • Perda de parênquima funcionante

    • Interferência mecânica direta

-sinêquias de queimados (perda de movimento)

-febre reumática(lesões nas válvulasque cicatrizam , reduzem de volume promovendo perda da capacidadeda passagem de sangue.

-salpingite(cada cicatriz que ocorre vai reduzindo a luz da trompa provocando esterilidade secundária).

  • Interferência mecânica indireto

Ex:uma fibrose obstruindo drenagem linfática ou venosa levando a edemas.


Referências Bibliográficas

  1.Patologia Estrutural e Funcional Segunda Edição 2000 Cotran, Kumar, Robbins

  índice Patologia

Autores

Equipe EstudMed.com


Home Page  -  Livros  -  Matérias  -  Trabalhos Científicos  -  Ausculta Cardio-Pulmonar  -  Enviar Trabalhos  - Links
Agenda Médica
  -  Mapa do Site  -  Quem Somos  -  Fale Conosco  -  Enquetes - Testes Interativos - E-mail

EstudMed.com® 2001-2011 Todos os direitos reservados.